Agosto 25th, 2017 Por Ursulino Martins

Sua ideia é incrível, e pode dar muito certo, mas para que ela se concretize você precisará de um parceiro, um sócio? Talvez pela questão do investimento, espaço físico, ajuda nas rotinas, um sonho mútuo de amigos, etc., seja o que for todos os envolvidos precisam se precaver, para que o empreendimento tenha uma saúde duradoura.

Esse texto genial é originalmente da Exame.

Segue aí alguns problemas entre sócios que podem acabar com uma empresa:

1. Ausência de comunicação

Antes de ser tomada, qualquer decisão tem que ser analisada por todos os envolvidos no negócio, não é recomendável agir precipitadamente. “Às vezes, por confiar e achar que conhece bastante o outro, um sócio decide primeiro e deixa para falar depois”, explica Junior.

Neste caso, para evitar conflitos o diálogo constante é essencial. “Se você não escuta o seu sócio, a relação passa por questões de controle de poder. Tem que ter respeito e amizade”, afirma Terassovich.

2. Visão de negócios diferente 

Para que uma sociedade seja bem resolvida é preciso que exista um alinhamento desde o começo. Segundo Terassovich, quando os empreendedores começam um negócio com visões diferentes como em relação a divisão de lucro, dos critérios que envolvem a empresa, até uma amizade pode chegar ao fim. “É fundamental que os sócios tenham a mesma visão: queremos lucro ou longevidade?”, diz.

E, quando há uma disparidade econômica entre os sócios, decisões que envolvem investimento financeiro, por exemplo, também podem resultar em discussões. “Quando uma quantia para uma parte é um mero investimento e para a outra é metade de seu patrimônio pessoal, isso pode acabar desmontando uma sociedade”, explica Junior.

3. Excesso de desconfiança

Para que o desgaste por conta do negócio seja evitado, é preciso persistência e confiança. Dificuldades financeiras acontecem, pois o retorno do negócio, em determinadas situações não chega no tempo planejado. “Um ficará cuidando da parte financeira mais que o outro, e é preciso ficar confortável com isso”, explica Junior.

Ao se deparar com problemas na empresa, reflita antes de acusar o sócio. “Não ataque a pessoa e sim o problema”, diz Terassovich.

4. Falta de engajamento

Se um sócio está na zona de conforto e não se esforça para que a empresa cresça, o outro pode se sentir sobrecarregado e desmotivado. “Se não tem empenho dos sócios, a empresa perde espaço no mercado e acaba entrando na rotina”, diz Junior.

Uma empresa precisa ser movida por paixão, se um gosta é do dinheiro do empreendimento, as chances dos envolvidos brigarem aumentam.

5. Cobrança excessiva

A dedicação ao negócio tem que ser igual. Quando uma parte sente que está dedicando mais que a outra, a cobrança não é uma solução. “Como os sócios são os donos do negócio e não há chefe para resolver a questão, às vezes é preciso do auxilio de uma terceira pessoa”, recomenda Terassovich.

Para ele, é preciso encarar o seu parceiro de negócio como um patrão e ao mesmo tempo como funcionário. É recomendável que a cobrança seja equilibrada, para que um não fique rotulado como “mandão” resultando em uma situação de conflito na empresa.

6. Não preparar um contrato

Um bom contrato prevê o que acontecerá com as partes caso a sociedade seja desfeita. Além de evitar discussões de quem adquiriu os equipamentos e quais bens ficarão com quem, por exemplo, o documento é uma proteção para as partes envolvidas e para a empresa. De acordo com Junior, essa atitude pode evitar uma briga judicial posterior.

Publicado em Blog, Empreendedorismo Etiquetas: , , , , , , ,

Agosto 25th, 2017 Por Ursulino Martins

Já se fez essa pergunta? Formalizar ou não seu empreendimento? É importante analisar estas possibilidades antes de abrir as portas do seu empreendimento.

Texto genial e original da Vers Contabilidade.

A formalização da atividade é uma das principais atitudes que o empreendedor pode ter para fazer seu negócio prosperar. Com uma nova visão do mundo corporativo, mas também de olho nos impostos que arrecadará a mais, o próprio governo vem facilitando o bom cumprimento dos registros de novas empresas, criando até uma nova figura jurídica: o Microempreendedor Individual (MEI), para incorporar boa parte das pessoas que trabalham por conta própria e que passam a ter a oportunidade de se legalizar como pequeno empresário. Descubra alguns riscos que você poderá passar caso não formalize seu negócio.

Você pode ser pego pela Receita Federal

Legalizar o negócio significa ajustar as contas previdenciárias, trabalhistas, fiscais e tributárias, de forma que a burocracia estatal seja plenamente atendida. Além do bom controle financeiro que você precisará implementar, em âmbito mais profissional, você vai ter de cumprir diversas obrigações assessórias junto aos órgãos fiscais, mas estará com tudo em dia na hora que algum fiscal aparecer para fazer alguma inspeção ou vistoria de seu pequeno ou médio negócio.

Não poderá participar de licitações

Os procedimentos licitatórios são aqueles através dos quais a Administração Pública direta ou indireta contratam serviços ou adquirem produtos junto à iniciativa privada. Sabe-se que um contrato com o poder público pode ser muito interessante para a continuidade da empresa e para a consolidação do mercado, garantindo o fluxo mais constante de produtividade. E só a partir da formalização da sua atividade é que poderá participar de licitações. 

Não poderá emitir notas fiscais

A documentação fiscal, além de comprovar a realização de compras de mercadorias, feitura de um serviço ou movimentação de produtos, com os devidos descontos tributários, serve para o melhor controle financeiro dos clientes e parceiros comerciais e a correção dos lançamentos na própria contabilidade. É bastante comum, portanto, que os clientes exijam notas fiscais, e o negócio só poderá emiti-las estando legalizado.

Impossibilidade de adquirir crédito

Para que as pessoas jurídicas trabalhem com cartões de crédito, um dos requisitos essenciais é que tenha o CNPJ (Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas), o que só é conseguido a partir do registro da empresa. Além disso, somente as empresas podem ter acesso a pacotes bancários de financiamento e empréstimos em seu nome, com taxas de juros especiais e parcelas mais espaçadas para o pagamento.

Não poderá operar com empregados contratados

Os funcionários de seu negócio, já que ele é informal, não poderão ser legalizados, e por isso não terão acesso aos benefícios previdenciários e trabalhistas. Na verdade, se um funcionário se machucar no trabalho ou precisar de licença (maternidade, por exemplo), ele pode acionar a empresa na Justiça, de modo que você tenha que arcar com o pagamento do equivalente aos auxílios aos quais ele teria direito junto à Previdência Social. Isso sem falar nas multas advindas de sua infração.

Com os incentivos do Estado para a formalização dos negócios de vários portes, hoje em dia a ideia de que se vai poupar muito mais ficando na informalidade é um grande erro. Vale muito mais a pena alcançar novas oportunidades de fazer negócio, crescer no mercado e conquistar mais clientes, mesmo tendo que pagar alguns tributos, do que ficar estagnado sem poder fazer muitos acordos de vendas e serviços, já que se está recluso na clandestinidade. Você já pensou em formalizar seu negócio?

Publicado em Blog, Empreendedorismo Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Agosto 24th, 2017 Por Ursulino Martins

3D Coke Sign in Times Square from Loren Brinton on Vimeo.

Veja esta outra, muito legal!

Nikesoho from Loren Brinton on Vimeo.

Publicado em Blog, Vídeos Etiquetas: , , , , , , ,

Maio 30th, 2017 Por suporte

Porque você deveria criar um site para sua empresa? O que você pode ganhar com isso? Até aonde o investimento em um site pode agregar o seu negócio?


O trabalho nas redes sociais estão indo bem, mas você tem a sensação de que falta algo. Isso acontece porque as redes sociais apesar de oferecerem uma boa veiculação não são suficientes para gerar toda a confiabilidade e solidez que sua empresa precisa como ocorre com o uso de um site.

O site dará um endereço fixo na web (domínio) para sua empresa e gerará variadas possibilidades de se trabalhar com o público de forma mais completa.

site, criação de sites, seusiteaquimsCom um bom briefing será possível desenvolver o site ideal para sua empresa, com todos os recursos necessários e ideias para passar com clareza o que sua empresa tem de bom a oferecer a seus clientes, qual sua equipe, quem são seus parceiros, métodos de compra, detalhamento de seus produtos, subprodutos e serviços, etc.

Agora aproveito para citar a “cereja do bolo” deste recurso: o Mecanismo de busca do Google – Veja bem, quando alguém precisa encontrar algo, seja um serviço ou um produto dificilmente ficará garimpando redes sociais (Facebook, Instagram, etc) – E pra onde vai? Com certeza vai direto para o Google fazer a pesquisa, se sua empresa possuir um site bem feito, otimizado para buscas, tenha certeza que ele vai aparecer no topo da lista.

Outro fato interessante, é que você pode captar “leads” (pessoas que tem interesse no seu produto ou serviço) – e com um trabalho bacana você poderá até fidelizá-los e torná-los futuros clientes. Há muitas maneiras de se obter clientes e simpatizantes ao seu empreendimento com artigos interessantes, vídeos bacanas, entrevistas, promoções variadas, uma gama de coisas que as redes sociais apesar de maravilhosas não poderão oferecer.

Deixo aí meu convite para seguir o canal da agência: https://www.youtube.com/channel/UCklcT-0BzrVZB6iSnOgRV5w

Abraços e até a próxima!

Ursulino Martins – Analista e Consultor de Marketing – 67 992297706

Publicado em Blog, Canal, Clientes, Empreendedorismo, Vídeos Etiquetas: , ,

empreender, emprego
Março 31st, 2017 Por suporte

Cumprir jornada dupla exige responsabilidade, entrega e dedicação acima da média. Quanto a empreender o lado positivo é que as despesas pessoais podem continuar sendo cobertas pelo salário e os impactos causados por eventual fracasso são amenizados.

Empreender, empregoAlguns especialistas acreditam que este é o melhor método para assumir o risco de empreender. Se é o que você pretende fazer, essas são as recomendações do coach Ben Arment, autor do livro Viva o Ano dos Seus Sonhos (Artigo retirado da Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios – Março 2017)

1) Avise a família e os amigos
É certo que será preciso sacrificar boa parte do seu tempo livre. Peça compreensão da família ou de quem mais conviver na mesma casa que você. Otimizar o tempo demanda concentração absoluta.

2) Separe períodos fixos na agenda
Use o tempo que tiver disponível, pode ser meia hora do horário de almoço, o período noturno ou os finais de semana. O importante é fazer um pouco a cada dia, mesmo que comece devagar. Cabe aqui um alerta: quem ainda tem um emprego não deve ficar resolvendo assuntos do negócio próprio durante o expediente. Isso seria antiprofissional. E se a performance cair, as chances de ser demitido vão aumentar.
empreender, emprego3) Trace metas diárias para você mesmo
Como não haverá muito tempo para cuidar do projeto, todo dia deve trazer um passo importante, mesmo que pequeno: organize papéis, faça contatos, agende brainstormings. “Se você encarar o negócio apenas como um hobby ou um eterno complemento de renda, seu impacto será sempre pequeno. E vai parecer que está começando do zero todas as vezes em que procurar cliente novo”.
seusiteaquims_empreender_manter_emprego_2
4) Busque um sócio ou funcionário
Avalie se é o caso de ter mais alguém para compartilhar a jornada. “Duas pessoas no comando dividem habilidades, debatem alternativas e podem ter mais motivação para dar sequência às atividades do dia a dia”.

Publicado em Blog, Empreendedorismo Etiquetas: , , ,

empreendedor, marketing digital, seusiteaquims
Março 2nd, 2017 Por suporte

O empreendedor deve ter a habilidade de avaliar rapidamente um negócio e negar um acordo, se for o caso.

É preciso que o empreendedor esteja preparado para algumas situações. Artigo originalmente publicado no site da Pequenas Empresas e Grandes Negócios. Link do artigo: http://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2017/02/por-que-e-importante-nao-dizer-nao-de-cara.html
Pra atuar com venture capital (capital de risco), é preciso ter uma série de habilidades. O investidor Steve Miller, cofundador do Origin Ventures, falou sobre algumas delas em um vídeo publicado no site da revista Entrepreneur.

empreendedor, marketing digital, seusiteaquims1. A primeira citada por ele é a capacidade de julgar as pessoas. “Quando você é um investidor, está investindo em ideias de negócios e também em times”, diz ele. “Você tem de conseguir olhar para aquelas pessoas e dizer se pode confiar nelas ou não.” Miller conta que adquirir essa habilidade leva certo tempo e que ele teve de quebrar a cara algumas vezes para entender como conseguir “ler” os empreendedores.

2. Miller fala que um dos conselhos mais importantes que ouviu quando jovem foi sobre networking. “Você precisa unir, construir e fazer crescer a sua rede de contatos”, diz. A grande sacada sobre esse tema, que muita gente não entende, é que às vezes não é o seu primeiro contato que irá render um trabalho, um investimento ou um negócio. “Muitas vezes, é só dali a algum tempo que qualquer coisa irá acontecer. Networking é algo que você demora um tempo para construir e conseguir aproveitar.”

3. A principal lição que ele aprendeu, contudo, foi ensinada a ele de uma maneira bastante peculiar. Miller participa de um clube de stand-up comedy. “Para fazer humor ao vivo, você tem de seguir uma porção de regras que muita gente não imagina. A primeira delas é não dizer ‘não’ logo de cara”. Miller explica que um comediante tem de acompanhar o clima na plateia e, sobretudo, ouvir as pessoas. É a reação do público ou os comentários que vêm do outro lado do palco que irão ditar o resto do show.

Publicado em Blog, Empreendedorismo, Marketing Digital, Tutos e Dicas, Vídeos Etiquetas: , , , ,

Como fazer sua empresa aparecer no Google Maps
Janeiro 8th, 2017 Por suporte

Melhore seu ranking na hora de alguém procurar seus serviços ou produtos no Google. Nesta primeira etapa mostrarei como aparecer no Google Maps!

Me chamo Ursu Martins sou Consultor de Marketing Web da Agência Seusiteaquims. Vamos aprender mais sobre como divulgar sua empresa na internet?


Este artigo faz parte de um conjunto de dicas que ajudarão você a melhorar seu ranking na hora de alguém procurar seus serviços ou produtos no Google. Estas ações são chamadas de SEO, que estarei dando mais detalhes nos próximos artigos.

Começarei mostrando como colocar sua empresa no Google Maps.

Siga a etapas:

1. Vá até o Business Center

como-aparecer-no-google-1

2. É preciso fazer login com uma conta do Google e aceitar os termos de uso. Você pode criar uma conta na hora ou usar uma já existente. Mas lembre-se: é importante utilizar uma conta que permita acesso permanente aos administradores da empresa, pois ela será a única com autorização para alterar as informações da empresa. Contas pessoais de funcionários devem ser evitadas.

3. Após a confirmação, um novo formulário deve aparecer. Caso isso não aconteça, clique em “Adicionar uma Listagem”, no ícone de engrenagem no canto superior direito da tela. Lá, insira os dados de contato principais da companhia e clique em “Enviar”.
como-aparecer-no-google-2
4. Se a sua empresa fica localizada em um conjunto comercial, provavelmente outras empresas aparecerão assim que você der entrada no pedido. Caso a sua própria empresa apareça, você pode solicitar ao Google direitos de administrador. Se a sua empresa não aparecer na listagem, clique em “Não, esta não é minha empresa” e confirme.
marketing digital, seusiteaquims, como aparecer no google

5. Confirme a criação do cadastro. O Google envia correspondências para as empresas com um código de cadastro. Assim que receber a carta (enviada para o endereço da empresa), o local é oficializado pelo Google. Depois disso, uma página no Google+ será criada para a sua empresa e você já pode inserir informações completas sobre a companhia.
marketing digital, seusiteaquims, como aparecer no google, seo

Matéria cedida originalmente pela Canaltech https://corporate.canaltech.com.br/tutorial/marketing/aprenda-a-colocar-a-sua-empresa-no-google-maps/


foto-ursu-3x4
Obrigado pela leitura! Curta, compartilhe nosso artigo ou deixe seu comentário com dúvidas ou sugestões. Se quiser receber dicas de como melhorar sua divulgação na internet assine nossa newsletter!
Fique a vontade e até a próxima!
>> Ursu Martins | Seusiteaquims
Tire suas dúvidas a qualquer hora, aguardo seu contato!

Publicado em Blog, Canal, Empreendedorismo, Marketing Digital, SEO, Tutos e Dicas Etiquetas: , , , , , ,

Dezembro 25th, 2016 Por suporte

Olá amigos seguidores do nosso blog, aqui quem fala é Ursu Martins sou Consultor de Marketing Web da Agência Seusiteaquims. Hoje em nosso canal falarei rapidamente de como oferecer seu produto, tornando-o mais atrativo!

Segue o vídeo de introdução:

Então é isso! Você precisa oferecer uma oportunidade aos seus possíveis clientes! Ele precisa entender que usar o seu produto vai ser um bom investimento. Estimule seu cliente mostrando como usufruir de seu produto ou serviço, esse método certamente vai ajudar muito no seu marketing.

Veja alguns exemplos:

  • Produto: Chocolate
    Oportunidade ao cliente: Presentear alguém
    Se você vende chocolates invista em imagens que estimulem seu cliente enxergar como uma oportunidade de presentear alguém especial!
  • Produto: Cortar grama
    Oportunidade ao cliente: Sensação de conforto no quintal casa
    Se seu negócio oferece um serviço de corte de grama, mostre imagens de famílias ou casais usufruindo de um quintal bem bonito com a grama cortada, uma reunião familiar, churrascos, destacando a sensação de conforto no quintal de casa.
  • Produto: Artesanato
    Oportunidade ao cliente: Ornamentar a casa, escritório
    Se seu negócio é a criação de panos de pratos, tapetes, flores em e.v.a, etc. mostre imagens do uso destes produtos pelos cômodos da casa, estimulando a criatividade do seu possível cliente de como ele pode enfeitar e tornar seu local de trabalho ou familiar num ambiente bonito, único, personalizado.

como-atrair-clientes2Faça isso, se pergunte:
– Qual o seu produto ou serviço?
– Que oportunidade você está oferecendo ao seu cliente?

Tenho certeza que essa dica vai ajudar muito na divulgação do seu empreendimento!

Atenção: Produza conteúdo de qualidade, trabalhe com imagens com boa resolução muito bem selecionadas e obedeça as proporções corretas destas mídias para não perder ponto em suas postagens.

Lembre-se: O cliente comprará sua ideia se sentir confiabilidade e profissionalismo, isso se consegue com uma boa apresentação do seu produto, um bom atendimento e com atenção nas tendências do mercado.

Estou disponibilizando também para nossos seguidores um E-Book GRATUITO sobre COMO ENCONTRAR SEU PÚBLICO ALVO, basta clicar aqui e preencher o cadastro que lhe envio!

Clique aqui também e inscreva-se em nosso Canal no YouTube!


foto-ursu-3x4
Obrigado pela leitura! Curta, compartilhe nosso artigo ou deixe seu comentário com dúvidas ou sugestões. Se quiser receber dicas de como melhorar sua divulgação na internet assine nossa newsletter!
Fique a vontade e até a próxima!
>> Ursu Martins | Seusiteaquims
Tire suas dúvidas a qualquer hora, aguardo seu contato!

 

Publicado em Blog, Canal, Clientes, E-book, Empreendedorismo, Facebook, Marketing Digital, Redes Sociais, Tutos e Dicas, Vídeos Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Dezembro 20th, 2016 Por suporte

Olá amigos seguidores do nosso blog, aqui quem fala é Ursu Martins sou Consultor de Marketing Web da Agência Seusiteaquims. Me atrasei um pouquinho na publicação do nosso vídeo, mas já está por aqui!

E então, você sabe quem anda acessando sua Fanpage? Nomes e likes na timeline da página não dizem muita coisa, você vai encontrar um detalhamento bacana e muito mais interessante analisando a fantástica ferramenta Insights do Facebook! Vamos conhecê-la?

Primeiramente acesse sua Fanpage, clique no menu INFORMAÇÕES (este é o botão Insights) no canto superior da página  e  no menu lateral procure pelos links abaixo:

a) PESSOAS: Aqui você vai encontrar 3 estatísticas importantíssimas todas com suas respectivas faixas etárias, país, cidades e idiomas:

  • FÃS ➡ Pessoas que curtiram sua página.
  • PESSOAS ALCANÇAS ➡ pessoas que visualizaram suas postagens.
  • PESSOAS ENVOLVIDAS ➡ pessoas que interagiram de alguma maneira com sua publicação.

artigo_face_quem_acessa1

b) LOCAL: Nesta aba você vai descobrir a Faixa etária de quem está nas suas imediações e vem acompanhando sua Fanpage e mais o Horário e dia da semana mais movimentado! Explorando essa aba, rolando até o final você encontrará um gráfico onde poderá obter estas informações detalhadamente por Idade, Gênero e Localização do domicílio.

artigo_face_quem_acessa2

artigo_face_quem_acessa3

Então é isso! Acompanhe com atenção estas métricas básicas, e se pergunte:
– Será que é este o meu público certo?- O que devo fazer para melhorar estas métricas?

Analise com carinho, converse com seu sócio, sua equipe. Esses indicadores precisam estar apontando para seus mais prováveis clientes!

Estou disponibilizando também para nossos seguidores um E-Book GRATUÍTO sobre COMO ENCONTRAR SEU PÚBLICO ALVO, basta clicar aqui e preencher o cadastro que lhe envio!

Clique aqui também e inscreva-se em nosso Canal no YouTube!


foto-ursu-3x4
Obrigado pela leitura! Curta, compartilhe nosso artigo ou deixe seu comentário com dúvidas ou sugestões. Se quiser receber dicas de como melhorar sua divulgação na internet assine nossa newsletter!
Fique a vontade e até a próxima!
>> Ursu Martins | Seusiteaquims
Tire suas dúvidas a qualquer hora, aguardo seu contato!

Publicado em Blog, Canal, E-book, Empreendedorismo, Facebook, Marketing Digital, Redes Sociais, Tutos e Dicas Etiquetas: , , , , , , ,

Fevereiro 22nd, 2016 Por suporte

20160204183611_660_420Anualmente, o Google recebe mais de 2 milhões de pedidos de emprego em todo mundo. Tida como uma das melhores empresas do mundo para trabalhar, a gigante de tecnologia também é conhecida por sua capacidade de contratar bons profissionais. Mas como conseguir a tão sonhada vaga? Listamos abaixo 4 regras para a contratação na companhia. Confira e veja se você se encaixa no perfil:

1. Defina um alto padrão
“Antes de começar a recrutar, decida quais atributos você deseja e defina como seria um grupo ideal. Uma regra de ouro é contratar apenas pessoas que são melhores do que você”, explica Laszlo Bock, diretor de contratações da empresa, afirmando que isso se aplica a todas as posições. “Se você está contratando um assistente administrativo, não basta procurar por alguém que possa responder a um telefone e agendar reuniões. Procure alguém que vai facilitar o seu trabalho organizando seu tempo e definindo prioridades melhor do que você seria capaz de fazer”, revela.

2. Encontre seus próprios candidatos
O Google trabalha com algumas empresas de recrutamento do mundo todo, mas isso só acontece em situações específicas, como a criação de equipes em outro país. Isso acontece porque a gigante de tecnologia percebeu que muitos usuários desses sites enviam pedidos de emprego genéricos e para diversas empresas.

O Google conta com sites próprios para realizar o processo. Além disso, os gestores ficam bem atentos ao Google +, LinkedIn e bancos de dados de ex-alunos de universidades renomadas.

3. Avalie seus candidatos objetivamente
Uma empresa do tamanho do Google podem se dar ao luxo de ter um grupo de pessoas designadas para passar tempo com cada um dos candidatos. Mesmo para as pequenas empresas, é importante distribuir a responsabilidade de contratar um profissional entre diversas pessoas. “Inclua subordinados e pares nas entrevistas e certifique-se de que os entrevistadores são bons e imparciais na hora da contratação. Periodicamente, volte a olhar as avaliações e compare-as com o desempenho do funcionário, com o objetivo de refinar a capacidade de avaliação.

4. Dê aos candidatos um incentivo para entrarem de cabeça no trabalho
Jonathan Rosenberg, ex-vice presidente de produtos do Google, explica que mantém 200 currículos de funcionários da empresa em seu escritório. “Se um candidato ficasse em cima do muro sobre se juntar ao Google, Jonathan simplesmente mostrava a pilha de currículos e dizia ‘você trabalhará com essas pessoas'”, explica Bock. Entre os currículos estariam o de personalidadades, como o inventor do JavaScript e até atletas olímpicos. De acordo com o executivo, a técnica funciona até hoje.

“Torne claro por que o trabalho é importante e deixe que o candidato saiba quem são as pessoas surpreendentes com quem ele trabalhará”.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/4-regras-do-google-para-contratar-os-melhores-profissionais/55353

Publicado em Infovida Etiquetas: ,